Coração | Septos cardíacos

Um septo, em geral, é uma partição que separa duas cavidades ou dois espaços que contêm um material menos denso.

A palavra em latim significa literalmente “algo que contém“.

Septos átrio-ventriculares

Correspondem à parede muscular ou septo que divide o coração em duas porções: superior e inferior.

Têm a função de separar os átrios dos ventrículos.

Existem aderidos a esta estrutura, as valvas, que são responsáveis por impedir o refluxo de sangue dos ventrículos para os átrios.

Estas valvas existem dos dois lados do coração.

Uma no lado direito, que é chamada de valva átrioventricular direita, e a outra no lado esquerdo, que é chamada de valva átrioventricular esquerda.

Septo interatrial

O  septo interatrial é uma parede muscular sólida que separa os átrios direito e esquerdo.

A parede septal no átrio direito é marcada por uma pequena depressão oval chamada fossa oval.

Este é o remanescente do forame oval no coração do feto, que permite o desvio de sangue da direita para a esquerda para contornar os pulmões.

Fecha quando o recém-nascido respira pela primeira vez.

Septo Interventricular

O septo interventricular separa os dois ventrículos e é composto por uma  parte membranosa superior  e uma parte muscular inferior.

A parte muscular forma a maioria do septo e tem a mesma espessura que a parede ventricular esquerda.

A parte membranosa é mais fina e parte do esqueleto fibroso do coração.

NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.
NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.

Referências Bibliográficas

BONTRAGER: Kenneth L.;  John P.  Manual Prático de Técnicas e Posicionamento Radiográfico. 8 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015.

DRAKE, Richard L.; VOGL, A. Wayne; MITCHEL, Adam W. M.: Gray’s anatomia clínica para estudantes. 3 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015.

HALL, John Edward; GUYTON, Arthur C. Guyton & Hall tratado de fisiologia médica. 13 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2017.

NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.

MOORE: Keith L. Anatomia orientada para a clínica. 7 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2014.

SOBOTTA: Sobotta J. Atlas de Anatomia Humana. 21 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.

Gostou do conteúdo? Ajude-nos compartilhando em suas redes sociais.
Scroll Up