Os lobos anatômicos do telencéfalo são: 

Frontal, parietal, temporal, occipital e insular

 

lobo insular não se relaciona com os ossos do crânio. 

 

lobo funcional do telencéfalo é o lobo límbico, que abrange parte dos lobos frontal, parietal e temporal.

NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.

Lobo frontal

Apresenta quatro giros na face súpero-lateral: giro frontal superior, giro frontal médio, giro frontal inferior e giro pré-central. 

Os giros frontais apresentam disposição ântero-posterior, enquanto que o giro pré-central é súpero-inferior.

 

Giro frontal superior: estende-se da face medial do telencéfalo (nessa região pode ser denominado de giro frontal medial), até o sulco frontal superior.

 

Giro frontal médio: localiza-se entre os sulcos frontais superior e inferior.

 

Giro frontal inferiorlocalizado inferiormente ao sulco frontal inferior. 

É a área motora da fala

No lado direito está envolvido com o ritmo e entonação da fala.

Os giros frontais superior e médio respondem por diversas funções. 

A porção mais anterior desses giros é denominada de área pré-frontal, relacionada com funções como atenção, iniciativa e comportamento social. 

As porções mais posteriores desses giros estão envolvidas com o movimento somático (áreas motoras secundárias), que controlam movimentos posturais e elaboram a programação do movimento, antes que o mesmo ocorra.

 

Giro pré-central: localizado entre os sulcos pré-central (anteriormente) e central (posteriormente). 

O giro pré-central contém neurônios motores, desta forma, essa é a área motora somática primária. 

Os neurônios localizados no giro pré-central são denominados de neurônios motores superiores, realizando sinapse com os neurônios motores inferiores (localizados nas colunas anteriores da medula espinal). 

O giro pré-central direito comanda os músculos estriados esqueléticos do lado oposto. 

Há uma representação funcional do corpo no giro pré-central, quanto maior a função motora da parte do corpo, maior é a quantidade de neurônios no giro pré-central (Homúnculo motor de Penfild).

NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.

Lobo parietal

Na face súpero-lateral apresenta três giros. 

A divisão dos giros é peculiar

O lobo parietal é separado em duas áreas menores, lóbulos parietais superior e inferior, pelo sulco intra-parietal. 

O lóbulo parietal inferior contém os giros supramarginal e angular.

 

Giro pós-central: localizado entre os sulcos central (anteriormente) e pós-central (posteriormente). 

O giro pós-central contém neurônios sensitivos, constituindo a área sensitiva somática primária. 

O giro pós-central direito recebe os estímulos sensitivos provenientes do lado oposto do corpo (com exceção da cabeça que possui representação sensitiva bilateral). 

Há uma representação funcional do corpo no giro pós-central, quanto maior a sensibilidade da parte do corpo, maior é a quantidade de neurônios no giro pós-central (Homúnculo sensitivo de Penfild).

 

Lóbulo parietal superior: localizado superiormente ao sulco intraparietal. 

Está relacionado com funções interpretativas sensitivas (gnosia).

 

Lóbulo parietal inferior: localizada inferiormente ao sulco intraparietal. 

Nesse lóbulo estão localizados dois giros, o giro supramarginal (anteriormente, na direção do término do sulco lateral), e o giro angular (posteriormente). 

O giro supramarginal comunica-se anteriormente com o giro pós-central e, posteriormente com o giro temporal superior. 

Os giros supramarginal e angular possuem conexões com o lobo temporal (principalmente o giro temporal transverso anterior – “área de Heschl”), formando a área do cérebro responsável pela compreensão da linguagem falada (“área de Wernick”). 

O lóbulo parietal inferior também está relacionado com o esquema corporal (percepção do corpo no espaço).

NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.

Lobo temporal

Na face súpero-lateral do cérebro, encontra-se inferiormente ao sulco lateral. 

É formado por três giros temporais superior, médio e inferior.

 

Giro temporal superior: localizado entre os sulcos lateral e temporal superior. 

Esse giro prolonga-se até a intersecção entre os lobos parietal e occipital. 

Apresenta uma parte profunda, dirigida medialmente no sulco lateral, denominado de giro temporal transverso. 

Essa área está relacionada com a audição primária.

 

Giro temporal médio: localizado entre os sulcos temporais superior e inferior. 

Relacionado com funções visuais secundárias, como o reconhecimento facial (identificação de pessoas).

 

Giro temporal inferior: localizado inferiormente ao sulco temporal inferior, estendendo-se para a face inferior do telencéfalo. 

Relacionado com funções visuais secundárias, como a identificação de objetos e formas complexas.

NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.

Lobo occipital

Na face súpero-lateral não apresenta giros e sulcos nominados. 

Sua precisa delimitação é realizada pela incisura pré-occipital, que o separa do lobo temporal.

NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.

Lobo insular

É um lobo profundo, situado no fundo do sulco lateral, no encéfalo.

A ínsula tem forma triangular com vértice ínfero-anterior, está separada dos lobos vizinhos por sulcos pré-insulares.

Possui cinco giros (curtos e longos).

Suas principais funções são fazer parte do sistema límbico e coordenar quaisquer emoções, além de ser responsável pelo paladar.

https://www.kenhub.com/
https://www.kenhub.com/
NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.

Lobo límbico

foi descoberto em 1878, pelo neurologista francês Paul Broca.

O lobo límbico (do latim limbus – anel, é uma região do córtex cerebral.

Constituída por neurônios esse lobo está relacionado ao comportamento sexual, emocional bem como o processamento da memória.

Situa-se entre o corpo caloso e os lobos frontal, occipital e parietal e curva-se para ocupar parte da superfície medial do que outrora era conhecido como parte do lobo temporal.

https://www.kenhub.com/
lobo limbico 2

É composto por:

 

Giro cingulado – situado acima do corpo caloso podendo ser seguido até ao esplênio do corpo caloso que serve como referência para o istmo fornicado deste giro cingulado e onde a partir do qual se inicia o giro parahipocampal.

Situa-se então superiormente ao corpo caloso e separa-se deste pelo sulco caloso e superiormente é limitado pelo sulco cingulado.

 

Giro parahipocampal – a terminação anterior constitui o úncus.

O bordo superior deste giro é o sulco hipocampal.

Está separado da circunvolução occipto-temporal medial pelo sulco colateral.

O úncus limita postero-lateralmente a substância perfurada anterior.

 

Existem ainda giros menores:

 

Giro paraterminal – próximo da lâmina terminal;

Área subcalosa – inferiormente ao joelho do corpo caloso.

NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.
NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.

Referências Bibliográficas

BONTRAGER: Kenneth L.;  John P.  Manual Prático de Técnicas e Posicionamento Radiográfico. 8 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015.

DRAKE, Richard L.; VOGL, A. Wayne; MITCHEL, Adam W. M.: Gray’s anatomia clínica para estudantes. 3 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015.

HALL, John Edward; GUYTON, Arthur C. Guyton & Hall tratado de fisiologia médica. 13 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2017.

KANDEL, E.R.; SCHWARTZ, J.H.; JESSELL, T.M. Princípios da Neurociência. São Paulo: Manole, 2003.

NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.

NOBESCHI: L.  Anatomia do Sistema Nervoso. 1 ed. São Paulo, 2010.

MACHADO, Angelo B.M.; HAERTEL, L. M.  Neuroanatomia funcional. 3 ed. São Paulo: Atheneu, 2006.

MOORE: Keith L. Anatomia orientada para a clínica. 7 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2014.

SOBOTTA: Sobotta J. Atlas de Anatomia Humana. 21 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.

Gostou do conteúdo? Ajude-nos compartilhando em suas redes sociais.
Fechar Menu
Scroll Up