Os músculos da respiração também são chamados de “músculos da bomba respiratória“, formam um arranjo complexo na forma de foles semi-rígidos ao redor dos pulmões.

Todos os músculos que estão ligados à caixa torácica humana têm o potencial inerente de causar uma ação de respiração.

Músculos que ajudam na expansão da cavidade torácica são chamados de músculos inspiratórios, porque ajudam na inspiração, enquanto aqueles que comprimem a cavidade torácica são chamados de músculos expiratórios e induzem a expiração.

Esses músculos possuem exatamente a mesma estrutura básica de todos os outros músculos esqueléticos e trabalham em conjunto para expandir ou comprimir a cavidade torácica.

A especialidade desses músculos é que eles são compostos de fibras musculares resistentes à fadiga, eles são controlados por mecanismos voluntários e involuntários (se quisermos respirar, podemos, mesmo se não pensarmos em respirar o corpo automaticamente).

musculos da respiração

Inspiratórios

Os músculos inspiratórios se contraem para atrair ar para os pulmões.

O músculo mais importante da inspiração é o diafragma; entretanto, os intercostais externos auxiliam na respiração silenciosa normal.

A contração do diafragma aumenta o espaço na cavidade torácica e os pulmões se enchem de ar do ambiente externo.

Acessórios

Os músculos acessórios de inspiração são:

Esternocleidomastóideo e escalenos.

Eles contribuem menos durante os períodos normais de respiração e mais durante os períodos de respiração ativa, por exemplo, durante as manobras de exercício e de respiração forçada.

Expiratórios

A expiração é um processo passivo porque os pulmões naturalmente querem recuar e colapsar.

Durante a expiração, os pulmões esvaziam sem muito esforço de nossos músculos.

Entretanto, os músculos expiratórios – 

intercostais internos, reto abdominal, oblíquos externos e internos, transverso abdominal – 

podem se contrair para expulsar o ar dos pulmões durante períodos respiratórios ativos.

NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.

Além dos músculos citados acima, também foram observados outros que contribuem para a respiração:

  • Serrátil anterior; 
  • Peitoral maior;
  • Peitoral menor;
  • Trapézio;
  • Latíssimo do dorso;
  • Eretor da espinha;
  • Iliocostal (porção lombar);
  • Quadrado lombar;
  • Serrátil póstero-superior;
  • Serrátil póstero-inferior;
  • Levantadores das costelas;
  • Transverso do tórax;
  • Subclávio.
NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.
NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.
NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.
NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.

Referências Bibliográficas

BONTRAGER: Kenneth L.;  John P.  Manual Prático de Técnicas e Posicionamento Radiográfico. 8 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015.

DRAKE, Richard L.; VOGL, A. Wayne; MITCHEL, Adam W. M.: Gray’s anatomia clínica para estudantes. 3 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015.

HALL, John Edward; GUYTON, Arthur C. Guyton & Hall tratado de fisiologia médica. 13 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2017.

NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.

MOORE: Keith L. Anatomia orientada para a clínica. 7 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2014.

SOBOTTA: Sobotta J. Atlas de Anatomia Humana. 21 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.

Gostou do conteúdo? Ajude-nos compartilhando em suas redes sociais.