O esterno é um osso plano localizado na face anterior do tórax.

Encontra-se na linha média do peito e tem uma forma “T”, com sua morfologia parecida com uma “gravata”.

Como parte da parede óssea torácica, o esterno ajuda a proteger as vísceras torácicas internas – como o coração, os pulmões e o esôfago.

Suas funções são proteger os órgãos torácicos de trauma e também formam o anexo ósseo para vários músculos.

É também o centro em torno do qual as 10 costelas superiores ligam direta ou indiretamente.

https://www.kenhub.com/

O esterno encontra-se superficialmente na parede anterior do tórax e é facilmente palpável abaixo da pele na linha média.

O osso cobre e protege o coração e os grandes vasos em parte, bem como a traqueia e o esôfago.

Divisões do osso esterno

A palavra esterno origina-se do grego “Sternon“, que significa peito.

É um osso plano que se articula com a clavícula e as cartilagens costais das 7 costelas superiores (costelas verdadeiras), enquanto a 8ª, 9ª e 10ª costelas (costelas falsas) são indiretamente ligadas ao esterno através da cartilagem costal das costelas acima.

 

O osso é dividido em três partes:

O manubrio.
O corpo do esterno (mesosterno).
O processo xifóide (xiphisternum).

https://teachmeanatomy.info/

Manúbrio

O manúbrio é um grande osso de forma quadrangular que se encontra acima do corpo do esterno.

A borda inferior é mais estreita, é bastante áspera e articula-se com o corpo com uma camada fina de cartilagem no meio.

Na borda superior do osso está a incisura jugular, fibras de ligamentos interclaviculares são anexadas aqui.

As incisuras claviculares para a articulação das clavículas são projetados para cima e lateralmente em ambos os lados do entalhe jugular.

As cartilagens costais da primeira costela e parte da segunda costela também se articulam com o manúbrio e se encaixam nas incisuras da borda lateral.

Nas bordas laterais do manúbrio, há uma incisura, para articulação com a cartilagem costal da 1ª costela e uma incisura para articulação com parte da cartilagem costal da 2ªcostela.

Inferiormente, o manúbrio articula-se com o corpo do esterno, formando o ângulo esternal ou ângulo de Louis.

Isso pode ser sentido como uma crista transversal do osso na face anterior do esterno.

O ângulo esternal é comumente usado como uma ajuda para contar as costelas, pois marca o nível da 2ª cartilagem costal.

Corpo

O corpo é plano e alongado, é a maior parte do esterno.

Articula-se com o manúbrio superiormente (articulação manúbrio-esternal) e o processo xifóide inferiormente (articulação xifoesternal).

As bordas laterais do corpo são marcadas por numerosas incisuras.

Essas incisuras articulam-se com as cartilagens costais das 3ª à 6ª costelas.

Processo xifóide

O processo xifóide é uma pequena projeção óssea que geralmente é pontiaguda.

Possui hemifacetas para parte da 7ª cartilagem costal em seu ângulo superolateral.

As fibras do músculo reto abdominal e aponeurose dos oblíquos internos e externos estão ligadas à sua superfície anterior.

A superfície posterior dá origem ao ligamento esternopericárdico inferior.

É também o local de inserção de parte do diafragma torácico.

 

O suprimento de sangue para o esterno surge da artéria torácica interna.

NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.
SOBOTTA: Sobotta J. Atlas de Anatomia Humana. 21 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.

Referências Bibliográficas

BONTRAGER: Kenneth L.;  John P.  Manual Prático de Técnicas e Posicionamento Radiográfico. 8 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015.

DRAKE, Richard L.; VOGL, A. Wayne; MITCHEL, Adam W. M.: Gray’s anatomia clínica para estudantes. 3 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2015.

HALL, John Edward; GUYTON, Arthur C. Guyton & Hall tratado de fisiologia médica. 13 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2017.

NETTER: Frank H. Netter Atlas De Anatomia Humana. 5 ed. Rio de Janeiro, Elsevier, 2011.

MOORE: Keith L. Anatomia orientada para a clínica. 7 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2014.

SOBOTTA: Sobotta J. Atlas de Anatomia Humana. 21 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2000.

Gostou do conteúdo? Ajude-nos compartilhando em suas redes sociais.
Fechar Menu
Scroll Up